Bob Burnquist deixa cargo de presidente da CBSK

13 de junho de 2019 ● POR Tribo Skate

Na tarde desta quinta-feira, dia 13 de junho, Bob Burnquist anunciou sua saída da presidência da Confederação Brasileira de Skate (CBSk).

Ele ocupava o cargo desde 2017. Em abril desde ano, a entidade havia afirmado que Bob continuaria como presidente até 2020.

Eduardo Musa, que até então era vice-presidente da entidade, seguirá na liderança da CBSk.

O skatista não revelou o motivo que o levou a deixar o cargo.

Abaixo está o texto publicado por Bob Burnquist em sua conta no Instagram.

“Em primeiro lugar, sou grato ao skate pelas alegrias, amigos e a vida que ele me proporcionou. Quem me conhece, sabe o quanto quero retribuir o que o skate fez por mim e por minha familia.

Desde que assumi a CBSK em 2017, tenho me dedicado diariamente para colocar o skate em destaque, e criar uma estrutura de alto nível aos skatistas brasileiros. É muito gratificante ver o resultado até aqui e aprendi a lição de que quando um vence, todos vencem.

A CBSK é uma entidade importante para a organização e crescimento do skate. É primordial continuarmos todos unidos nesse propósito e somos responsáveis pelo progresso do skate, seja com manobras novas, pistas ou dentro do escritório planejando o nosso futuro.
Como presidente da CBSK, tive que entender sobre gestão esportiva, isso tomou o meu tempo e acabei andando menos de skate. Morro de saudades de andar de skate e continuo com o desejo de aprender manobras novas. Esse sempre foi o meu combustível. Chegou o momento de eu seguir em frente em prol de alguns projetos, e principalmente andar de skate.
Sendo assim, anuncio a minha saída da presidência da CBSK. É uma decisão pensada, discutida e serena, principalmente pela equipe que montamos e que continuará. Tenho certeza que com essa equipe à frente, o skate brasileiro seguirá crescendo.
Agradeço aos diretores que aceitaram trabalhar somente pelo amor ao skate, ou seja, sem receber salários. Pessoas raríssimas como Ed Scander, Osmar Lattuca, Tatiana Lobo, Roberto Maçaneiro e aos amigos Jorge Kuge, que apoia os meus sonhos desde criança e finalmente a Sandro Dias, que se uniu à causa de corpo e alma.

Deixo um agradecimento especial para o Eduardo Musa, que também concordou em não receber salário e aceitou o cargo de vice presidente em um momento sensível. Tem o meu respeito por seu profissionalismo, competência e estratégia. Ele segue no comando e manterá os nossos ideais.

Fecho agradecendo aos skatistas que se uniram e peço que continuem dedicando a mesma energia para esse grupo que está à frente da CBSK.
Sigo fortalecendo e apoiando a CBSK, firme com a minha responsabilidade e à disposição do skate Brasileiro.

Sucesso a todos!”

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Bob Burnquist (@bobburnquist) on