Segundo encontro da Seleção Brasileira de Skate

23 de novembro de 2018 ● POR Divulgação

Após o Oi STU Open consagrar Yndiara Asp, Leticia Bufoni, Pedro Barros e Kelvin Hoefler como campeões, a CBSk promoveu o segundo encontro com a seleção brasileira de skate.

Atletas da seleção 2018, skatistas que estarão na seleção de 2019 e convidados estiveram no encontro que contou com testes físicos, media training, palestras no Comitê Olímpico do Brasil, exames laboratoriais e fotos com o novo uniforme da Nike, patrocinadora da seleção Brasileira.

Pedro Quintas, Luiz Francisco, Murilo Peres, Pedro Barros, Italo Penarrubia, Hericles Fagundes, Vi Kakinho, Yndiara Asp, Dora Varella, Isadora Pacheco, Leticia Gonçalves, Camila Borges, Pâmela Rosa, Rayssa Leal, Vitoria Mendonça, Gabriela Mazetto, Virginia Fortes, Felipe Gustavo e Kelvin Hoefler participaram do evento.

Bob Burnquist, atual presidente da Confederação, e Sandro Dias, atual diretor técnico, também estiveram presentes.

“É muito legal essa experiência de ter uma seleção de skate, essa interação da galera do Park com Street, é uma integração bem bonita de se ver. Esse valor de equipe é importante, pois o skate é um esporte onde você é independente. Hoje vemos essa estrutura toda, e é uma coisa muito positiva. É a primeira vez que temos essa oportunidade aqui no Brasil com essa estrutura de fisioterapia, massagista, entre outras coisas. Isso é muito importante numa competição, principalmente em um evento como uma Olimpíada”, disse Pedro Barros, heptacampeão mundial na modalidade Park.

“Participar da seleção é uma coisa muito nova para a gente do skate. Principalmente para mim que sou do Street. Nós andamos na rua e não estamos acostumados. É uma coisa nova que estamos vivendo e compartilhando experiências com a galera do Park. A gente normalmente não se encontra muito. E estamos começando a nos conectar agora, e está muito bom para todo mundo. Vamos aproveitar toda essa estrutura para desenvolver cada vez mais o nosso skate”, disse Kelvin Hoefler.

Algumas atividades foram feitas no próprio Comitê Olímpico Brasileiro, onde Rogério Sampaio, diretor geral do COB e campeão olímpico de judô em Barcelona 1992, deu as boas-vindas aos atletas, que também assistiram a vídeos de outros atletas olímpicos brasileiros.

Foi um dia de palestras da comissão técnica, media training e atividades com os patrocinadores.

“Foi bem legal fazer esse encontro depois do Oi STU Open. Estava todo mundo com a energia lá em cima, empolgados. Foi um baita fechamento de ouro para o Circuito Brasileiro, já definindo os ranqueados para a seleção. Além disso, convidamos alguns atletas para estarem com a gente também. Estivemos pela primeira vez aqui no Centro Olímpico, conhecemos as instalações, fizemos testes e fomos a palestras no COB. Foi bem legal, pois quase ninguém tinha tido esse contato ainda. Foram dias bem informativos sobre doping, media training, treinamento e preparação. Eu passei minhas experiências em campeonatos também, a parte da psicologia, todo esse lado que a galera não tem muito costume. Nossos técnicos também passaram as informações, se colocaram a disposição, junto com a nossa equipe médica. Enfim, é um suporte que já está disponível, e eles ainda não tinham acesso”, disse Bob Burnquist, atual presidente da Confederação Brasileira de Skate, que também valorizou o clima de união entre os atletas.

“Está sendo muito legal ver que a galera está aproveitando, se unindo e formando mesmo um time. Vi que depois do mundial da China, com o título do Pedro, apesar de ser um grupo grande, a galera ficou bem junta. E essa é a intenção. Ver eles caminharem juntos, mais bem preparados, a gente mais conectado com eles também e ajudando no que for possível. Estamos também desmistificando o lado olímpico, mostrando tudo de positivo que a Olimpíada pode nos proporcionar. Principalmente a estrutura e a oportunidade além do lado financeiro”.

Já na terça, os atletas foram ao Maria Lenk, palco das disputas de natação e salto ornamental nos Jogos Olímpicos do Rio, para os exames físicos, testes e atendimento psicológico. Quarta-feira foi dia dos atletas visitarem o SpotLab para as fotos oficiais do Time Brasil com o novo uniforme fornecido pela Nike, patrocinadora oficial da seleção brasileira de skate.

“A missão da Nike é levar inovação e inspiração aos atletas em todo o mundo. E para nós, se você tem um corpo, você é um atleta. A divisão de Skate da Nike existe desde a década de 90 e, de lá para cá, criamos conexões fortes e autênticas com a cultura do skate e as ruas. É gratificante ver como a modalidade está consolidada, atletas parceiros já renomados internacionalmente em carreiras brilhantes. Começar a parceria com a CBSK fortalece ainda mais a cena do skate brasileiro. A relação com a Confederação é mais um capítulo dessa jornada para inspirarmos uma nova geração de jovens skatistas”, disse Daniel Neves, gerente de marketing esportivo da Nike.

A seleção brasileira de skate 2019 já tem os seguintes nomes confirmados: Pedro Barros, Luiz Francisco, Pedro Quintas, Yndiara Asp, Isadora Pachecho e Leticia Gonçalves na modalidade Park e Pâmela Rosa, Rayssa Leal, Virginia Fortes, Kelvin Hoefler, Tiago Lemos e Felipe Gustavo na categoria Street. Ainda serão anunciados os atletas indicados pela Confederação Brasileira de Skate por critérios técnicos.