Skate receberá 720 mil via Lei Agnelo-Piva

24 de outubro de 2017 ● POR Redação Tribo Skate

O Comitê Olímpico do Brasil anunciou que o skate receberá 719.696,97 mil reais de repasse da Lei Agnelo-Piva, criada em 2001 para captar recursos e destinar ao desenvolvimento desportivo brasileiro.

Com a inclusão do skate no programa olímpico, o skate é um dos 34 contemplados que tem direito a uma cota do programa. Porém, ainda está em trâmite qual entidade do skate receberá a verba.

Em 2016 o COB, sob gestão de Carlos Arthur Nuzman, rejeitou o pedido de filiação da Confederação Brasileira de Skate e reconheceu a Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação como representante do skate no país.

O fato gerou revolta dentro da comunidade do skate brasileiro, criando repercussão internacional com ameaças de boicote por parte de skatistas com chances de medalhas nas olimpíadas. O Comitê Olímpico Internacional exigiu a Federação Internacional de Rollers Sports, órgão que gere o skate no mundo, uma solução e foi decidida a fusão da FIRS com Federação Internacional do Skate, nascendo a World Skate.

No mês de outubro, Bob Burnquist foi eleito presidente da CBSk e Nuzman renunciou a presidência do COI após ser preso acusado de uma série de crimes de corrupção.

Na primeira semana de gestão, Bob foi recebido pelo ministro dos esportes Leonardo Picciani e pelo conselho nacional do esporte, onde discutiu planos futuros e a revisão do pedido de filiação da CBSk.

Veja também

Prefeitura demole Beco do Valadão na Faria Lima

Brasileiros e Tony Hawk inauguram maior pista de skate do Caribe

Mimpi anuncia 48 filmes de skate da sua sexta edição

Burning Ramp, o Skate Halloween da Pug Skateparks