Cleverson Maniglia, vídeo parte 2016

26 de outubro de 2016 ● POR Tribo Skate

Concluir uma vídeo parte é uma vontade de todo skatista, ainda mais se em sua história de vida há todo aquele caminho tenebroso de lesões e que muitas vezes não aparecem nos selecionados takes que entram no enredo do vídeo. E o skatista de Guarulhos, Cleverson Maniglia, não deixou passar a oportunidade para também contar a história de seu grande ídolo: seu pai.

Cleverson Maniglia, vídeo parte 2016

Nollie flip

Durante as filmagens do vídeo ‘Metendo a Mão’, lançado em conjunto com a atual coleção da marca que também administra, o skatista teve que superar os mais diversos desafios. “Quando mais novo, vivia torcendo o joelho esquerdo e cheguei a operar os dois, um na sequência do outro. Após a recuperação, sempre procurei andar mais na boa, sabendo das minhas dificuldades. E segui em frente, nunca desistindo de me divertir e fazer algo pelo skate”, comenta o skatista.

Vídeo parte
Parte das imagens que compõem o vídeo que vocês conferem agora foram feitas em 2014, na viagem GRU em NYC, que publicamos na edição de janeiro de 2016. Foi então que aparece mais um obstáculo a ser vencido! “Decidi coletar mais algumas imagens por SP e Guarulhos. Mas neste meio tempo machuquei o joelho novamente e descobri outro grave problema (Condromalácia Paletar). Fiquei uns meses me recuperando e voltei novamente a andar. Fiz uma parada que foi meu máximo mesmo!”, explica ele.

Cleverson Maniglia, vídeo parte 2016

E o exemplo para mais esta superação veio dos anos 70, já que Cleverson resgatou algumas músicas da banda de seu pai (Trewa), que não chegou a seguir carreira, para servir de trilha sonora do vídeo. “Meu pai tinha banda quando era mais novo, tocava em vários lugares e fiz uma home- nagem para ele. O vídeo começa com ele colocando a fita no rádio e depois termina mostrando vários cartazes dos shows que ele fazia, isso lá em 1971”. História que você confere no vídeo que estará logo mais na internet e que foi exibido em selecionadas skateshops de São Paulo e arredores.

Cleverson Maniglia, vídeo parte 2016

Boneless