Skate Slalom conhece os campeões brasileiros de 2019

28 de outubro de 2019 ● POR

O skate Slalom conheceu neste sábado (26), no Parque da Independência, em São Paulo, os campeões brasileiros da modalidade em 2019. Renatão D’Oliveira (categoria Vintage), Fabio Dery (Grand Legend), Fernando Camargo (Legend), Fernando Nihon (Grand Master), Cesinha Lufti (Master) e André Fuchs (Amador) ficaram com o título.

O evento foi realizado pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk) em parceria com a Federação Paulista de Skate (FPS) e com a Associação de Skate Quintal do Ipiranga, e ainda contou com Thiago Gardenal, campeão mundial amador em 2010, e Bruno Oliveira, vice-campeão mundial amador em 2014, na organização.

“O Slalom remete aos primórdios do skate, fico muito feliz por representar a modalidade. O campeonato foi muito bem organizado e com o circuito extremamente técnico. O nível estava bem elevado e a organização foi profissional. Espero que a nossa modalidade ganhe muita visibilidade e que, a partir do brasileiro chancelado pela CBSk, outros campeonatos entrem com uma maior frequência para 2020”, destaca André Fuchs, campeão da categoria Amador.

“Quero agradecer à FPS, à CBSk e à Associação de Skate Quintal do Ipiranga pelo Campeonato Brasileiro de Slalom 2019!!! Foi um dos melhores eventos que já participei. Um agradecimento especial ao Edu Fujihara pelo convite para correr, ao amigo Juarez Mascarello pelo skate, ao pessoal do Slalom de São Paulo e a todos que correram o campeonato e trabalharam na organização do evento!! Muito obrigado e parabéns pelo campeonato!!”, agradece Renatão D’Oliveira, campeão da categoria Vintage.

A competição, que contou com as modalidades Tight e Híbrido, foi a primeira de um total de sete novos campeonatos brasileiros criados pela CBSk na atual temporada. Até 2018, os campeões nacionais de Downhill Speed, Downhill Slide, Freestyle, Longboard Dance, Park Amador, Vertical e do próprio Slalom eram definidos a partir do ranking brasileiro, que era formado com base nas competições homologadas pela CBSk em todo o Brasil.

A partir de agora, assim como acontece com os já consolidados Brasileiros de Street Amador e Feminino, os atletas dessas modalidades ganham um evento específico que define o campeão nacional de cada uma delas. Assim, as disputas regionais deixaram de ser etapas do brasileiro e passaram ao patamar de estaduais, valendo pontos na corrida classificatória para o nacional.

Além disso, as federações e associações filiadas à CBSk passaram a ter autonomia para homologar as competições regionais, papel antes desempenhado pela Confederação Brasileira.

Galeria de fotos

Classificação geral

Vintage
1º – Renatão D’Oliveira – 1.810 pontos
2º – Juarez Mascarello – 1.729
3º – Eduardo Fujihara – 1.710
4º – Rogerio Antigo – 1.629
5º – Claudinho – 1.247
6º – Leone Creazzo – 1.247
7º – Malek Zaitir – 1.063

Grand Legend
1º – Fabio Dery – 2.000 pontos
2º – José Manoel – 1.710
3º – Rogerio Sammy – 1.710
4º – Eduardo Oclinhos – 1.458

Legend
1º – Fernando Camargo – 2.000 pontos
2º – Marcos de Ferrari – 1.710
3º – Carlos Alberto Sales – 1.710

Grand Master
1º – Fernando Nihon – 1.900 pontos
2º – José Carlos Birinha – 1.900 pontos
3º – William Ortiz – 1.620

Master
1º – Cesinha Lufti – 2.000 pontos

Amador
1º – André Fuchs – 2.000 pontos
2º – Diego de Oliveira – 1.800
3º – André Rasta – 1.539
4º – Sandro Adailton – 1.539